Regulador
Vista LateralVista Lateral
União MMUnião MM
Vista frontalVista frontal
Exemplo aplicaçãoExemplo aplicação
AplicaçãoAplicação

Regulador de Tiragem

Regulador de pressão de ar na chaminé em aço inox
Preço Venda115,50 €
Diâmetro (Ø)

O regulador de pressão de ar, é um acessório que consegue garantir o fluxo ideal dado por cada fabricante para a combustão e assim garantir o melhor rendimento do aparelho.

A utilização de um estabilizador de tiragem é a única forma de garantir que o equipamento vai funcionar em pleno, economizando combustível e assim, emitindo menos gazes poluentes para a atmosfera, provocando menos sujidade nas tubagens.

A depressão nas chaminés, é criada pela diferença de temperatura que existe no exterior com a câmara de combustão.

Por exemplo, quando queimamos lenha macia e seca, vamos ter chamas muito grandes e obter grandes temperaturas, e que em parte se perdem pela chaminé, com o regulador este permite uma passagem de ar secundária, refrescando o ar proveniente da câmara de combustão, refrescando-o e reduzindo assim a diferença entre a temperatura exterior com a interior, aproximando assim a pressão como óptima considerada para o aparelho, melhorando a sua eficiênciaeficácia e garantido uma redução de custo no combustível.

O regulador não necessita de qualquer energia eléctrica, é a própria depressão que faz regular uma válvula, deixando entrar mais ou menos ar. 

 

Vantagens do Regulador:

- Redução da contaminação do meio ambiente

- redução de residos dentro da chaminé, aumentando o seu tempo de vida como diminuindo o risco de incêndio

- ajuda imenso na eficácia do pó de auto limpeza (http://www.ecocasamais.com/joo16/index.php/336/3/aquecimento/limpa_chamin%C3%A9s_14x70-detail)

- Melhoria na eficácia na combustão aumentando o seu rendimento

 

Aplicação:

- Salamandras lenha

- recuperadores lenha

- salamandras pellets 

- recuperadores pellets

 Veja o video: 

https://youtu.be/bEibpAmApko

Vendidos e embalados à unidade.

 

Units in box: 1

Noticias economia

Jornal de Negócios

RSS de Jornal de Negócios
  • Na base da polémica está o facto de o Adicional ao IMI (AIMI) não ser exigido nos prédios urbanos destinados ao comércio e serviços. Eis outras das principais características deste imposto.

  • O Tribunal Constitucional deu razão ao Fisco e anulou uma decisão da arbitragem tributária que tinha mandado devolver o imposto liquidado a empresas dedicadas à compra e venda de imóveis. Juízes dizem que não há qualquer inconstitucionalidade.

  • O Lava Jato arrastou políticos, ministros, ex-presidentes e empresários. Dos maiores que o Brasil tinha. Muitos processos já saíram do caso principal, mas continua a fazer vítimas.

Últimos visitados