Tubos e Acessórios em esmalte - vitrificado a 850º

Fabricado em aço, com espessura 0,7mm e vitrificado preto a 850º.

Temperatura de trabalho até 450º em contínuo. Não tem sentido de montagem obrigatório.

Aplicações: fornos, caldeiras, recuperadores, salamandras, ventilação, etc. Combustível: lenha, gás, gasóleo, carvão.

 

08 Esmalte

Disponivel: Ø 100, 110, 120, 125, 140, 150, 180 e 200.

Preço de venda: 38,15 €
Diâmetro (Ø)

Disponivel: Ø 100, 110, 120, 125, 140, 150, 180 e 200.

Preço de venda: 19,95 €
Diâmetro (Ø)

Disponivel: Ø 100, 110, 120, 125, 140, 150, 180 e 200.

Preço de venda: 11,20 €
Diâmetro (Ø)

Disponivel: Ø 100, 110, 120, 125, 140, 150, 180 e 200.

Preço de venda: 11,20 €
Diâmetro (Ø)

Disponivel: Ø 100, 110, 120, 125, 140, 150, 180 e 200.

Preço de venda: 12,00 €
Diâmetro (Ø)

Silicone Elástico de Alta temperatura 320ºC

Preço de venda: 12,80 €

Disponivel: Ø 100, 110, 120, 125, 140, 150, 180 e 200.

Preço de venda: 14,50 €
Diâmetro (Ø)

Disponivel: Ø 100, 110, 120, 125, 140, 150, 180 e 200.

Preço de venda: 27,90 €
Diâmetro (Ø)

Disponivel em: Ø 100, 110, 120, 125, 140, 150, 180 e 200.

Preço de venda: 19,50 €
Diâmetro (Ø)

Disponivel: Ø 100, 110, 120, 125, 140, 150, 180 e 200.

Preço de venda: 14,25 €
Diâmetro (Ø)

Disponivel: Ø 100, 110, 120, 125, 140, 150, 180 e 200.

Preço de venda: 14,50 €
Diâmetro (Ø)

Disponivel em: Ø 100, 110, 120, 125, 130, 140, 150, 180 e ...

Preço de venda: 27,30 €
Diâmetro (Ø)

Noticias economia

Jornal de Negócios

RSS de Jornal de Negócios
  • Prepara o Orçamento, mas também obriga a que seja executado com mão-de-ferro. Como Mário Centeno controla o ritmo de gastos das administrações públicas.

  • Sebastião Gaspar Martins, líder da petrolífera angolana, diz que "a total transparência e o combate à corrupção" são decisivos para colocar a empresa na rota do mercado de capitais e garante que as participações acionistas na Galp e BCP são "investimentos estratégicos".

  • Permitir que os bancos portugueses cobrem taxas sobre os depósitos de outros bancos, seguradoras e sociedades de investimento, incluindo estrangeiras, não é um "jeitinho". Já os houve no passado, mas neste caso estamos perante uma imprescindível defesa do sistema financeiro português.